Organização de Jovens Espíritas

Um mundo melhor OJE!

Concafras (Auta de Souza) e FEB - Federação Espírita Brasileira - Trabalhar em conjunto pelo bem comum!

Eu freqüento casas espíritas de ambas e gostaria que os trabalhos fossem em conjunto pois engrandeceria a todos os eventos. Vejo que em muito as metodologias podem se ajudar, gerando o aperfeiçoamento de todos. Qual é a opinião de vocês sobre isso?

Exibições: 789

Responder esta

Respostas a este tópico

o OJE nasceu com essa intenção de promover a união não só de jovens mais de casas espíritas tambem independente de metodologia para um bem comum a serviço do cristo...
Amigo Rodrigo, a OJE, de certa forma, nasceu com a iniciativa de pessoas que tinham esse mesmo desejo!
Ficamos muito felizes com seu tópico!! Assim poderemos também esclarecer tanto sobre uma ou outra metodologia, e como vai ser maravilhoso quando elas "Trabalharem em conjunto pelo bem comum". E aí pessoal, o que acham?
Seria muito bom meeeeesmo!
A Doutrina só cresce se esquecermos diferenças metodológicas e colocarmos em prática os ensinamentos dos espíritos superiores que nos deram tantos exemplos de humildade e trabalho antes de pensarem neles mesmo.
Tem uma frase que sempre ouvi falar, não sei de onde é, mas é mais ou menos assim:
"A doutrina espírita é perfeita, os espíritas que não são"... ou o movimento espírita, que ainda não aprendeu a colocar em prática os preceitos de fraternidade e Amor Universal.
É inacreditável pensar que existem brigas, inveja, mágoas, só porque um centro resolveu mudar seus horários e trabalhar de forma diferente.
Gosto da metodologia do centro que frequento e acho legal saber que em vários outros lugares tem pessoas fazendo o mesmo trabalho no mesmo horário, e que as crianças tem as mesmas aulas, e cantamos as mesmas músicas etc, sinal que estamos aprendendo nos unir.
Mas é bom saber que existem diferenças, afinal as pessoas são diferentes, mas caminhamos todos para o mesmo fim que é Deus. Tem pessoas que não se adaptariam às rotina muito puxadas de algumas casas, da mesma forma que há aquelas que não dão conta de só assistir palestra e dar passe.
As metodologias devem ser adaptadas a cada realidade e experiência, não adianta chegar com todo o programa de evangelização com 3 horarios diferentes se não tenho evangelizadores preparados, ou levar o curso com 3 livros se as pessoas nem sabem ler.
As casas espíritas precisam de apoio, de ter opções de métodos e programas. É triste ver centros espíritas estagnados por falta de estudo, principalmente no interior, onde muitas vezes não há acesso a livros novos etc, e existe muito preconceito da população, qndo essas casas recebem apoio externo elas crescem e multiplicam, formando trabalhadores que levarão ela pra frente.
Acho que ainda é impossível fazer um programa que agrade a todos, temos que aproveitar o que há de melhor em cada centro.
Acho muito legal ver quanta coisa elevada pode ser feita por quem tem boa vontade, independente de centro ou religião!

As diferenças que levam a intrigas tem de parar nos jovens, que em tese são livres de preconceitos dogmáticos.
Viva o OJE!
Melhor que unificar, é realmente unir pelo mesmo ideal. Aqui em São Paulo, fazemos na região que atuamos, trabalhar com a USE e a FEESP, mostrando que qualquer divergencia é coisa do homem, não da DOutrina. E com os jovens da região fazemos sempre palestras para mostrar que essas divisões só enfraquecem a Doutrina Espírita.
Aqui em João Pessoa, infelizmente ainda há muita divergência, A FEPB não aceita os metodos Auta de Souza de jeito nenhum, o preconceito ainda é grande! Não entendo como pregam tanto alteriade, e não conseguem viver com as diferenças. Enfim, ou vc é federativod ou auta de souza, escolha!
Bom, minha opinião sobre o assunto é que, em tese, esta divisão nunca deveria ter existido! Não consigo ver sentido nisso, uma vez que a Doutrina Espírita é uma só.
Mas olhando as respostas anteriores, percebo que há um consenso no sentido de que deve haver uma comunhão de metodologias, que os métodos Auta de Souza e FEB deveriam se unir. Então, penso que em breve essa convergência não irá demorar.
Talvez os dirigentes das casas espíritas, atualmente, entendam ser conveniente optar por um ou outro método, mas gradativamente isso irá mudar. Conforme o tempo vai passando, as casas vão se "oxigenando" com relação aos conceitos, ou seja, surgirão novos dirigentes com novas ideias e, assim, e a convergência ocorrerá de forma natural.

É claro que existem casos e casos. Aqui em Frutal, por exemplo, frequento duas casas espíritas com métodos diferentes. Detalhe, a casa que adota o método Auta de Souza nasceu da que adota a FEB. Mas não existe uma divisão acirrada (até onde sei), a diferença ocorre mais por questão de conveniência mesmo.
Enfim, mas já existe projeto no sentido de acrescentar à primeira Casa a metodologia FEB.

Portanto, no fim das contas, o que importa é seguir a Doutrina Espírta, que é apenas uma. Afinal, todas as instruções para o nosso progresso moral, que é o que nos importa, estã lá.
Lembrando também, que a casa espírita nos da possibilidades, nos orienta, nos clareia o caminho... mas a reforma é individual! Todas as metodologias citadas nos mostram as "portas" para o caminho do bem... nós decidimos entrar ou não...
Como Macel disse e eu concordo"...o que importa é seguir a Doutrina Espírta, que é apenas uma. Afinal, todas as instruções para o nosso progresso moral, que é o que nos importa..."
Mais assim...eu sou espírita desde que nasci...desde pitokinha fazia a CFAS, ia em EFAS, era evangelizada...entao conheçi os métodos Auta de Souza...
Com 10 anos mudei prun centro federado...conheci os metodos da FEB...ia em encontros federados,fui evangelizada la tbm, evangelizei cm akeles métodos...
ia sempre consciliando os dois dentro da minha cabeça...as vezes rolava uma confusaozinha hehe...nada q mamae num resolvesse =D
Mais esse 2° centro...tinha algumas coisas q federaçao nao concordava...lá nós temos a sopa(q a federaçao pediu p tirar)...temos um posto de assistencia(o qual a federaçao nao aceitava mto)...mais entre trancos e barrancos o nosso centro lá vai andando...com os estudos da FEB e as praticas da AS...o q eu sempre axei MTO massa!!!
E na minha cabeça besta tinha q ser assim...a gent fica td junto e misturado...^^
É taum estranhu uma doutrina q prega a liberdade...q prega o nao julgar...ficar nessa picuinha esquisita!!!
O X da questão é que na verdade essa diferença não existe! O Movimento Auta de Souza sempre foi e sempre continuará sendo ligado à FEB como TODAS as casas espíritas do Brasil, como o próprio Humberto de Campos colocou muito bem no livro "Brasil, coração do mundo e pátria do evangelho". Inclusive, TODAS as obras da Editora Auta de Souza são copilações de livros da FEB, e já se contam inúmeros trabalhos feitos em parceria, ínclusive o Congresso Epírita Brasileiro em 2007 e as 3 marchas em Defesa da Vida, em 2007, 2008 e 2009! Além disso, em todas as reuniões e atividades ligados ao Movimento é destacado a importância e respeito que devemos a FEB, nossa "mãe" e companheira de ideal e de jornada.
Outra coisa é discutirmos o MÉTODO. O próprio Allan Kardec assevera nas Obras Póstumas que necessitaríamos de um método para o estudo e estruturação do espiritismo. O que a editora faz é propor um método que funciona PARA NÓS, deixando aberta a qualquer Casa espírita a implantação dessa metodologia de crescimento e trabalho incessante, que nada tem, em essência, de diferente da metodologia da FEB. o MOVIMENTO Auta de Souza é isso: movimento = Açao, trabalho, serviço, que nada tem de contrário à nenhuma outra metodologia, que também são muito boas...
Como Jesus disse: "Conhece-se a árvore pelos frutos", e tanto a FEB quanto a Auta de Souza, tem sido arvores de excelentes frutos no pomar do evangelho...
Concordo com Timóteo... não acho q sejam dois movimentos distintos. E acho q há sim, um grande respeito entre os dois movimentos. Tanto que como já foi dito, todos os livros da Editora Auta de Souza são compilações de livros da FEB. O que acontece é que são métodos diferentes... assim como existem diversos tipos de casas espíritas... as que trabalham com cura, as que trablham com desobsessão individual, desobsessão coletiva, que tem trabalhos práticos, estudos, algumas casas que são mais rigorosas, e assim por diante! e ainda bem q tem esses diversos tipos de visão, pois assim, cada um trabalha na casa espírita que mais se adapta! e isso não quer dizer que é pior ou melhor... são formas diferentes! + todos fazendo o bem...

Timóteo disse:
O X da questão é que na verdade essa diferença não existe! O Movimento Auta de Souza sempre foi e sempre continuará sendo ligado à FEB como TODAS as casas espíritas do Brasil, como o próprio Humberto de Campos colocou muito bem no livro "Brasil, coração do mundo e pátria do evangelho". Inclusive, TODAS as obras da Editora Auta de Souza são copilações de livros da FEB, e já se contam inúmeros trabalhos feitos em parceria, ínclusive o Congresso Epírita Brasileiro em 2007 e as 3 marchas em Defesa da Vida, em 2007, 2008 e 2009! Além disso, em todas as reuniões e atividades ligados ao Movimento é destacado a importância e respeito que devemos a FEB, nossa "mãe" e companheira de ideal e de jornada.
Outra coisa é discutirmos o MÉTODO. O próprio Allan Kardec assevera nas Obras Póstumas que necessitaríamos de um método para o estudo e estruturação do espiritismo. O que a editora faz é propor um método que funciona PARA NÓS, deixando aberta a qualquer Casa espírita a implantação dessa metodologia de crescimento e trabalho incessante, que nada tem, em essência, de diferente da metodologia da FEB. o MOVIMENTO Auta de Souza é isso: movimento = Açao, trabalho, serviço, que nada tem de contrário à nenhuma outra metodologia, que também são muito boas...
Como Jesus disse: "Conhece-se a árvore pelos frutos", e tanto a FEB quanto a Auta de Souza, tem sido arvores de excelentes frutos no pomar do evangelho...
A FEB é uma instituição que tem a responsabilidade de coordenar o movimento espírita no Brasil. Tudo que a FEB for fazer ou lançar tem que ser com muito cuidado pois a muitos melindres dentro do movimento espírita. O movimento Auta de Souza não é uma instituição. Como o próprio nome diz é um movimento oriundo de experincias em trabalhos assistenciais voltado à formação de trabalhadores.
Não vejo problema nas metodologias distintas, gostaria apenas que os eventos de ambas fossem para ambas, certamente teríamos muito mais abrangência nesses encontros sem problemas com o método uma vez que tanto uma como a outra propõe excelente material edificante e que nos permite a reforma íntima. Cabe a nós quebrarmos esse "gelo".

Responder à discussão

RSS

A OJE foi criada com o ideal da união de jovens espíritas, sua sede é em Uberlândia-MG onde trabalhamos para união de mocidades da cidade.

Badge

Carregando...

Notas

Confira os destaques do Movimento Espírita na Europa

Criado por Redação OJE 25 Jul 2010 at 19:11. Atualizado pela última vez por Redação OJE 25 Jul, 2010.

Filme "Nosso Lar" leva às telas o famoso livro de Chico Xavier

Criado por Redação OJE 25 Jul 2010 at 18:44. Atualizado pela última vez por Redação OJE 25 Jul, 2010.

© 2019   Criado por OJE.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço